top of page

Venda de carros elétricos bate recorde no Brasil em 2021

Os chamados veículos eletrificados vêm ganhando cada vez mais adeptos, no Brasil, apesar dos preços ainda pouco acessíveis: a partir de R$ 150 mil.


O Vice-Presidente da ABVE, Associação Brasileira do Veículo Elétrico, Thiago Sugahara, diz que as vantagens pelo carro movido a energia são maiores, em alguns aspectos, inclusive no custo por quilômetro rodado.

Recarga de carros elétricos no BRasil – créditos Ecovagas


Segundo Thiago Sugahara, o motor elétrico tem capacidade de aceleração maior do que o motor a combustão, que utiliza gasolina e álcool, por exemplo.


Thiago ainda explica que os carros elétricos, a cada 100 Km rodados custam até R$ 16. Já os movidos a combustão, podem custar até R$ 70 para rodar os mesmos 100 Km.



Os veículos podem ser híbridos (que possuem motor a combustível e elétrico) ou totalmente elétricos.


O modelo híbrido é o utilizado pelo médico André Moreira, morador de Brasília. Satisfeito com o carro, pretende trocar pelo modelo 100% elétrico, que polui menos.



Foto | Volvo/Divulgação


André defende que seja cada vez mais acessível essa possibilidade porque ele ainda considera uma opção “muito cara”, sobretudo com o aumento do valor da energia elétrica e o preço do veículo.


De acordo com a ABVE, no Brasil, os veículos eletrificados bateram um novo recorde de vendas, no primeiro semestre deste ano.



A entidade registrou, até agosto passado, mais de 20 mil emplacamentos de carros elétricos, o mesmo número registrado em todo o ano de 2020.


As vendas foram quase 70% a mais que em 2019. A expectativa é superar 30 mil emplacamentos este ano.



Foto: Leonardo Basoni


Atualmente, o país possui uma frota estimada em torno de 60 mil carros movidos a energia elétrica.



No primeiro semestre de 2021, o modelo mais vendido foi o chamado híbrido, que ainda usa combustão, mas polui menos.


Edição: Leila Santos / Guilherme Strozi


Fonte: agenciabrasil.ebc

コメント

5つ星のうち0と評価されています。
まだ評価がありません

評価を追加
bottom of page