top of page

Universidade instala 13 microusinas solares em Pelotas

A Universidade Federal de Pelotas (UFPel), do Rio Grande do Sul, está instalando um total de 200 kWp em 13 microusinas solares fotovoltaicas.


Imagem: Divulgação


Os projetos ocorrem em três unidades, no Campus Anglo, onde haverá usinas com 75 kWp no total; na Agência de Desenvolvimento da Bacia da Lagoa Mirim, com mesma potência total instalada; e 50 kWp no Centro de Pós-Graduação e Pesquisas em Ciências Humanas, Sociais, Sociais Aplicadas, Artes e Linguagem.



A entrada em operação deve ocorrer até novembro deste ano, quando os sistemas fotovoltaicos já estarão todos instalados e testados e serão entregues para vistoria por parte da concessionária de distribuição, para posterior enquadramento das usinas como geração distribuída.


Imagem: Divulgação


Segundo cálculos do Laboratório de Inspeção de Eficiência Energética em Edificações da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da UFPel, em um ano típico as usinas instaladas podem gerar até 4% do consumo total da universidade, o que traria uma economia aproximada de R$ 250 mil.



Considerando o gasto com os sistemas de R$ 1 milhão, o retorno sobre o investimento será de quatro anos e meio. A vida útil dos módulos é de 25 anos.


Imagem: Divulgação


A instalação dos geradores fotovoltaicos teve financiamento direto do Ministério da Educação, que realizou em 2019 um repasse para as instituições federais de ensino superior para uso na energia solar.



O projeto encomendado pela UFPel teve um atraso ocasionado pela pandemia de Covid-19 e, para complementar o valor necessário, houve aporte de valor advindo do orçamento participativo da universidade.


Fonte: Fotovolt



Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page