top of page

Rede de farmácias fecha contrato de GD solar com a GreenYellow

O DPSP, grupo controlador das Drogarias Pacheco e da Drogaria São Paulo, vai ter 15 GWh anuais gerados por cinco miniusinas solares.


Imagem: Divulgação


O grupo investidor em redes de farmácias DPSP, controlador das Drogarias Pacheco e Drogaria São Paulo, fechou contrato de geração solar distribuída com a GreenYellow, pelo qual serão garantidos 15 GWh anuais para lojas das redes espalhadas pelo país.


Pelo acordo, serão construídas cinco usinas de geração distribuída, sendo três no estado de São Paulo, em Riolândia, Barretos e José Bonifácio; uma no Rio de Janeiro, em Itaperuna; e outra em Planaltina, no Distrito Federal, já conectada à rede da distribuidora local, a CEB, desde dezembro de 2021 e com 752 kWp de potência instalada.


As usinas somadas têm 8,03 MWp de capacidade e vão produzir juntas 15,37 GWh/ano, o equivalente ao consumo de 8 mil residências.


No total, o volume de energia gerado pelas fazendas solares será obtido por meio da instalação de quase 25 mil módulos solares FV.


O grupo DPSP já conta com uma fazenda solar gerando energia para parte de suas lojas e pretende adotar a energia renovável em 100% de suas farmácias até 2023, com a distribuição em todas as quase 1400 unidades espalhadas por seis estados – São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Pernambuco, Bahia, Goiás, além do Distrito Federal.


“Essa parceria firmada com a GreenYellow permitirá seguirmos com o nosso propósito de diversificar o cenário energético dentro da companhia para fontes renováveis e evitar a emissão de mais de 150 toneladas de CO2 na atmosfera nos próximos 10 anos”, disse o presidente da DPSP, Jonas Laurindvicius.


A GreenYellow será responsável por todo o investimento inicial, bem como a construção, operação e manutenção da usina durante todo o contrato com duração de 10 anos.


Fonte: fotovolt

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page