top of page

Projetos de eficiência em hospitais vão viabilizar 97 usinas solares

Com aprovação de 14 projetos de chamada prioritária da Aneel, 97 hospitais demonstraram viabilidade para geração solar distribuída.


Imagem: Divulgação


A Aneel aprovou 14 projetos de eficiência energética em hospitais públicos ou filantrópicos com certificação de entidades beneficentes de assistência social (Cebas).


No total de projetos, há 97 hospitais que apresentaram viabilidade para implantação de usinas solares fotovoltaicas de geração distribuída, com potência total de 15.319,20 kWp.


Com investimento previsto de R$ 122 milhões de reais, a serem aplicados nos próximos quatro anos, há expectativa de economia de energia equivalente ao consumo anual de eletricidade de uma cidade de 25 mil habitantes.


Além das usinas de GD, estão previstas ações de troca de equipamentos e adequação das instalações (lâmpadas, ar-condicionado, usina de oxigênio, autoclave), além de treinamento e capacitação da equipe técnica.


Imagem: Divulgação


Os projetos foram submetidos à Aneel por meio da Chamada de Projeto Prioritário de Eficiência Energética 003/2021.


Serão beneficiadas 142 unidades hospitalares, sendo 117 de forma direta por meio de diversas ações de eficiência energética e mais 25 atendidas pela central de geração distribuída instalada no município de Jaú, no interior de São Paulo, mediante um consórcio de hospitais.


As unidades consumidoras beneficiadas estão localizadas nas áreas de concessão da Copel Distribuição, CPFL Paulista, CPFL Piratininga, RGE Sul Distribuição, Celesc Distribuição, Energisa Acre, Energisa Mato Grosso do Sul, Energisa Paraíba, Energisa Tocantins, Energisa Mato Grosso e Eletrocar.


A partir da aprovação das propostas, as distribuidoras têm um prazo de dez dias para incluírem os arquivos do projeto ao sistema da Aneel, 80 dias para iniciar a execução do projeto e 36 meses para o término da execução.


Além do ganho energético, os projetos também têm vantagens ambientais, com cerca de 4,8 mil toneladas de dióxido de carbono–equivalente por ano que deixarão de ser emitidas na atmosfera pelo sistema elétrico interligado brasileiro, segundo avaliação da Aneel.


Fonte: Fotovolt

留言

評等為 0(最高為 5 顆星)。
暫無評等

新增評等
bottom of page