top of page

Painéis solares abrigam microrganismos com potencial aplicação biotecnológica

Pesquisa da FAPESP mostra que bactérias podem ser utilizadas no desenvolvimento de diversos produtos


Microrganismos encontrados em painéis fotovoltaicos têm grande potencial para o desenvolvimento de produtos que possam ficar expostos por longos períodos à radiação solar, mostra estudo desenvolvido pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).


Foto: Pixabay


Pesquisadores apoiados pela instituição encontraram um conjunto de bactérias e uma levedura adaptadas a condições de frequente exposição ao Sol, variações de temperatura e pouco contato com a água em sistemas fotovoltaicos instalados nas cidades de Sorocaba e Itatiba, no interior de São Paulo.



Por essas características, esses microrganismos poderiam ser utilizados na produção de itens como protetores solares, pigmentos para as indústrias de alimentos, química, têxtil, farmacêutica e cosmética, além de detergentes mais eficientes para a limpeza dos próprios painéis, com ação antimicrobiana.


Foto: Pexels


O estudo foi publicado na revista Microbiology Letters, da Federação das Sociedades Europeias de Microbiologia, e foi escolhido pelos editores do periódico como um dos destaques da edição.


Fonte: infosolar

Kommentare

Mit 0 von 5 Sternen bewertet.
Noch keine Ratings

Rating hinzufügen
bottom of page