top of page

Itaipu Binacional implementa híbridas solares-térmicas no Paraguai

Também com sistema de armazenamento de energia, usinas vão atender comunidades indígenas.


Imagem: Divulgação


A Itaipu Binacional está implementando no Paraguai parques híbridos solares-térmicos, com sistema de armazenamento de baterias, para energizar unidades de saúde para as comunidades indígenas San Agustín e Karaja Vuelta, localizadas nos departamentos de Boquerón e Presidente Hayes, a 760 km e 500 km, respectivamente, da capital do Paraguai, Assunção.



Será instalada em San Agustín miniusina solar fotovoltaica de 80 kWp, e outra de 70 kWp em Karaja Vuelta. Além disso, em cada localidade haverá um inversor modular de 100 kVA, baterias de armazenamento de pelo menos 150 kWh e um gerador a diesel de 100 kVA para complementar a fonte solar com a energia térmica.


Imagem: Divulgação


Segundo a Itaipu, trata-se dos maiores parques solares fotovoltaicos em capacidade instalada no território paraguaio.


Os empreendimentos estão em implantação, com a fabricação das estruturas e implementação de obras civis do sistema híbrido.



Em julho, foram realizados os primeiros monitoramentos, com as medições de resistência do solo nas áreas dos locais e a delimitação física da área de montagem para implantação dos sistemas.


Imagem: Divulgação


A iniciativa beneficiará mais de 1000 habitantes, sendo 700 na comunidade de San Agustín, que pertencem às etnias Ava Guarani, Nivaclé e Manjui.



Já Karaja Vuelta abriga 320 indígenas do grupo étnico Enxet Sur. O fornecimento ininterrupto de energia permitirá que eles tenham serviços básicos de primeira necessidade nas unidades de saúde, acomodação médica e de enfermagem.


Fonte: Fotovolt


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page