Fontes renováveis contarão com investimentos entre US$2 e US$3 bilhões por ano realizados pela Shell


Grupo pretende fortalecer as iniciativas para, até 2050, alcançar o objetivo de emissão zero. Visando alcançar a meta de emissão zero até 2050, a Shell anunciou que investirá entre US$ 2 e US$ 3 bilhões em fontes renováveis por ano. Entretanto, a companhia continuará focando na atuação de combustíveis fósseis, com investimentos voltados para a geração desse tipo de fonte ultrapassando os aportes em tecnologias limpas. Serão destinados, respectivamente, US$ 8 bilhões, US$ 5 bilhões e US$ 4 bilhões para a produção de petróleo, químicos e gás natural. A Shell afirmou que, para participar em todo o segmento de energia, irá diversificar as suas atividades. Ela também foi responsável por elevar suas metas de redução em comparação as que foram determinadas em abril do ano passado, dirigindo-se à neutralização total da emissão de carbono até 2050.

A companhia estima que, em 2030, a geração de petróleo poderá ser reduzida em até 18%, ao passo que o total de combustíveis tradicionais será 55% menor ao final desta década. Em 2019, a produção de petróleo chegou ao seu auge. Apesar de se comprometer a diminuir de 1% a 2% por ano, os gastos anuais continuarão colocando maior importância para o óleo e gás. Além disso, o grupo se propõe, progressivamente, a aplicar mais investimentos em renováveis, químicos e suprimento de energia. “Nossa estratégia acelerada reduzirá as emissões de carbono e entregará valor para nossos acionistas, consumidores e para toda a sociedade”, assinalou Ben Van Beurden, CEO da Shell.

“Nós precisamos fornecer produtos e serviços necessários e que tenham o menor impacto ambiental possível. Ao mesmo tempo, formaremos um portfólio competitivo conforme conduzimos nossa transição para os negócios livres de emissões”, destacou Beurden.

O plano abarca o incremento de pontos de carregamento de automóveis elétricos para 500 mil e, nos próximos cinco anos, a instalação de 9 mil novos terminais em sua rede. A companhia conta com duas grandes plataformas de energia solar: a Cleantech Solar, que elabora e atua em projetos no Sudeste Asiático e na Índia, e a Silicon Ranch, que opera em empreendimentos nos Estados Unidos. Fonte: Portal Solar Quer ficar bem informado(a) sobre as notícias da Energia Solar Shop, e interagir com a gente? Cadastre-se grátis e esteja sempre por dentro de todos os nossos conteúdos energiasolarshop.com.br