top of page

Fique por dentro da história da energia solar fotovoltaica

Energia do Sol faz parte do dia a dia das pessoas há muitos anos e seu consumo tende a aumentar


Imagem: Divulgação


Certamente, não é de hoje que as pessoas utilizam a luz e o calor do Sol em suas vidas. Há séculos os seres humanos se aproveitam da nossa estrela para iluminar ambientes, produzir fogo, esquentar seus corpos e outros usos.


No entanto, o uso da energia do sol para produzir energia elétrica é bem mais recente, e nos remonta a alguns nomes interessantes da história que devemos mencionar de maneira honrosa.



Neste texto comentaremos um pouco sobre alguns episódios marcantes na história envolvendo a Energia Solar Fotovoltaica e seu constante desenvolvimento.


Em 1839, a ciência percebeu pela primeira vez o fenômeno em que a luz poderia se converter em energia elétrica.


Imagem: Divulgação

Alexandre Edmond Becquerel fazia experiências com eletrodos sem nem ter a expectativa de gerar energia com luz, mas acabou percebendo que os raios luminosos tinham também a capacidade de gerar energia elétrica.




Em 1839, Becquerel percebeu – portanto, descobriu – a Energia Solar Fotovoltaica.


Imagem: Divulgação


No entanto, no Século XIX, os tempos eram outros. Por mais que houvesse muita gente disposta a passar a vida fazendo experimentos científicas para inventar novas tecnologias, as pessoas eram bastante incrédulas em relação às novidades que apareciam dia após dia nos jornais.


Da mesma forma, a Energia Solar Fotovoltaica foi surgindo em meio a dúvidas e questões em relação a seu preço e eficiência.



Era considerada uma energia futurista, cujo uso seria restrito principalmente à classe científica.



Imagem: Divulgação


Por não ter avançado tanto tecnologicamente, o custo para se instalar um sistema fotovoltaico naquela época era altíssimo, e as pessoas também pensavam que isso simplesmente seria impossível de mudar, portanto “o público em geral nunca teria acesso à Energia Solar Fotovoltaica”.


A história, felizmente, se encarregou de provar o contrário


O efeito descoberto por Becquerel e posteriormente confirmado e estudado mais profundamente por Heinrich Hertz em 1887 acabou sendo batizado de efeito fotoelétrico, em que, basicamente, a luz tinha a capacidade de emitir elétrons.



Mas foi o próprio Albert Einstein – sim, o maior de todos – que foi o responsável pela explicação mais satisfatória e esclarecedora sobre este tema dentro da comunidade científica. Como resultado, foi vencedor do Prêmio Nobel de Física de 1921.



Imagem: Divulgação


A pesquisa de Einstein foi responsável por abrir muitas portas. Em uma das frentes, possibilitou que os cientistas começassem a estudar a física quântica.


Por outro, permitiu também maiores pesquisas e mais geração de conhecimento sobre o próprio efeito fotoelétrico e, posteriormente, em Energia Solar Fotovoltaica.



Em 1954, Calvin Fuller desenvolveu o processo de dopagem do silício. Membro da Bell Laboratories nos Estados Unidos, Fuller continuou o desenvolvimento de seu projeto fotovoltaico junto a Gerald Pearson, e os produtos começaram a ganhar forma e performance.


Imagem: Divulgação


A primeira célula solar acabou por ser apresentada ao mundo e à imprensa no dia 25 de abril de 1954, na reunião anual da Academia Nacional de Ciências, em Washington.



De lá pra cá, a pesquisa e o desenvolvimento têm sido constantes a fim de se gerar mais resultados, economia e sustentabilidade com o uso da Energia Solar Fotovoltaica, em uma linda história de curiosidade e amor ao conhecimento.



Imagem: Divulgação


Quer ficar bem informado(a) sobre nossos informativos, e interagir com a gente? Cadastre-se grátis e esteja sempre por dentro de todos os nossos conteúdos www.energiasolarshop.com.br


A limpezasolar.com trabalha com os fabricantes de painéis para obter a aprovação de sua lavagem para uso sem anular quaisquer garantias.

Todos os produtos da limpezasolar.com é seguro para uso em seus painéis. Ele pode ser adquirido por meio do nosso site www.energiasolarshop.com.br





Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating