top of page

Feira de Treinamento Pampulha de minigeração e microgeração de energia solar

A energia solar fotovoltaica é uma forma de gerar energia elétrica por meio da radiação solar.


Imagem: Divulgação


Para isso, são usados painéis solares, capazes de captar essa radiação e, com isso, transformá-la em energia elétrica, que será direcionada para o uso em equipamentos, lâmpadas, máquinas e outros.


Entre os diversos tipos, estão minigeração e microgeração de energia solar. Há usinas, capazes de gerar uma grande quantidade de energia e, com isso, alimentar cidades inteiras.


Porém, também é possível gerar energia solar dentro de um condomínio, compartilhando-a, em uma residência ou uma empresa, por exemplo.


O que é microgeração?


Quando se fala em geração de energia solar, é possível criar projetos nas mais diversas dimensões.


Ou seja, enquanto que você pode investir em uma usina solar, capaz de gerar grandes quantidades de energia, também é possível criar projetos pequenos, para o abastecimento de equipamentos específicos ou, até mesmo, de uma única residência.


O menor projeto de geração de energia solar fotovoltaica possível é a microgeração. Esse conceito se refere à geração com potência de até 75 kW.


Imagem: Divulgação


Dessa forma, esse é o tipo de geração usado, principalmente, em residências, abastecendo eletrodomésticos e iluminação da casa.


Com isso, o morador pode reduzir e, em alguns casos, até zerar a sua conta de energia elétrica. Se ele produzir mais do que usa, é possível aproveitar os créditos da geração distribuída.


O que é minigeração?


Outro tipo de geração de energia solar fotovoltaica é a minigeração. Esse conceito se refere a projetos nos quais a potência está entre 75 kW e 5 mW.


Dessa forma, ela é típica de sistemas maiores, como em empresas ou pequenas usinas.


É capaz de alimentar equipamentos mais robustos e potentes, e é possível direcionar o excedente para a rede da concessionária.


Com isso, o dono do sistema de minigeração de energia solar pode aproveitar os benefícios dos créditos de energia gerados, reduzindo a conta de energia elétrica.


Quais as diferenças entre minigeração e microgeração de energia solar?


Como você pode perceber, a principal diferença entre a minigeração e a microgeração de energia solar é a potência do sistema.


Dessa forma, a minigeração é um sistema um pouco mais robusto, sendo capaz de gerar mais energia elétrica do que um de microgeração.


Imagem: Divulgação


Porém, as diferenças não param por aí. Isso porque a potência tem efeitos práticos tanto na liberação do projeto quanto no tipo de instalação que deve ser realizado.


Cada um deles é mais adequado, portanto, a uma forma de uso de energia.


A microgeração é um projeto bem menor, sendo mais adequado para residências ou locais nos quais não é possível gerar grandes quantidades de energia elétrica. Nesse projeto, o fornecimento é em baixa tensão.


O proprietário pode optar pela tarifa monômia de baixa tensão. O prazo para a liberação do uso dos geradores para quem opta pela microgeração é de 15 a 30 dias.


Caso seja necessário realizar melhorias na rede local, a responsabilidade é apenas da concessionária.


Já na minigeração, o projeto é um pouco maior e, dessa forma, o fornecimento é em média tensão.


O prazo para a liberação do uso do gerador é de 60 dias, sendo maior do que os projetos de microgeração.


Outra diferença, aqui, se refere a possíveis custos extras. Isso porque para quem usa a minigeração, pode ser necessário realizar melhorias na rede, e parte desses custos são de responsabilidade do consumidor, que os divide com a concessionária.


Quais os benefícios da minigeração e microgeração de energia solar?


Agora que você já sabe o que é a minigeração e microgeração de energia solar e a diferença entre elas, é hora de entender o que esses dois sistemas têm em comum.


Afinal, ambos são formas de gerar energia elétrica a partir da radiação do sol, usando painéis solares para essa conversão.



Com isso, eles podem trazer uma série de benefícios para o usuário. Veja quais são os principais deles, a seguir.


Redução da conta de energia elétrica


Um dos principais benefícios da minigeração e microgeração de energia solar é a possibilidade de redução do valor da conta de luz, seja da sua casa, seja da empresa, na indústria ou em uma propriedade rural.


Isso porque você passa a gerar a sua própria energia, não dependendo da concessionária para abastecer os seus equipamentos e máquinas.


Dessa forma, você usa menos energia da concessionária, podendo até zerar a sua conta.


Além disso, caso gere mais energia do que utiliza, você pode direcioná-la para a rede da concessionária, gerando créditos.


Nesse caso, à noite ou em dia chuvosos, por exemplo, quando a quantidade de energia gerada se reduz, você pode usar os créditos para pagar parte da energia usada da concessionária.


Energia limpa e renovável


A preservação do meio ambiente é essencial para a garantia da longevidade do planeta. Dessa forma, há grande incentivo para que as pessoas passem a usar outras fontes de energia, que causem menos impactos.


A minigeração e a microgeração são opções desse tipo. Afinal, ambas são formas de gerar energia elétrica a partir da radiação solar, uma fonte energética limpa e renovável.


Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating