top of page

Enel coloca em operação parque solar no Piauí

Com segunda expansão, complexo solar São Gonçalo agora chega a 840 MW.

A Enel Green Power Brasi colocou em operação comercial a usina solar fotovoltaica São Gonçalo III, de 256 MW de capacidade instalada.


Imagem: Divulgação


Trata-se da segunda expansão do complexo solar São Gonçalo, no município de São Gonçalo do Gurguéia, no Piauí.


Com a nova extensão, o complexo alcança potência total em operação de 864 MW, tornando-se o maior em operação na América Latina, segundo a empresa.


Sob investimento de cerca de R$ 870 milhões, a UFV São Gonçalo III pode gerar 597 GWh por ano.


Ao se considerar todo o complexo, serão gerados mais de 2,0 TWh/ano, o que evitará a emissão de cerca de 1,3 milhão de toneladas de CO2 por ano.


O complexo conta com 2,2 milhões de módulos solares fotovoltaicos e foi o primeiro da Enel no Brasil a usar modelos bifaciais, que captam energia solar de ambos os lados, garantindo aumento esperado na geração de energia de até 18%.


Além de optar pelos módulos bifaciais, a Enel utilizou outras soluções tecnológicas de alto desempenho para a construção da nova expansão do complexo parque solar, como o uso de óculos inteligentes (smartglasses) para facilitar o compartilhamento de imagens, documentos e gravações em tempo real entre os operadores em campo e equipes remotas, para acelerar a tomada de decisões durante as obras.


A trajetória de construção do complexo solar teve início em outubro de 2018, quando a primeira seção de 475 MW de capacidade instalada começou a ser erguida, até entrar em operação, com a conexão à rede, em janeiro de 2020.


Antes disso, em agosto de 2019, a Enel anunciou a construção da primeira expansão do complexo, com 133 MW de capacidade, e que começou a operar em fevereiro de 2021.


A construção da terceira seção do projeto, que agora está em plena operação, foi anunciada em dezembro de 2020.


Fonte: Fotovolt