Contando com novos representantes no RJ e ES, ABSOLAR expande suas ações no Brasil

Camila Nascimento, diretora da Win Energias Renováveis, e Vitor Romero, diretor da CleanClic, foram nomeados representantes no Rio de Janeiro e no Espírito Santo, respectivamente.

Fonte: Vídeo institucional ABSOLAR Dois novos representantes estaduais foram nomeados pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) após a aprovação da nomeação de Camila Nascimento, diretora da Win Energias Renováveis, e de Vitor Romero, diretor da CleanClic, nos estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, respectivamente.

A expectativa da ABSOLAR é de que a colaboração regional no desenvolvimento de projetos privados e políticas públicas no segmento da energia solar seja reforçada. Com isso, não só o crescimento econômico sustentável poderá ser fomentado nos estados, mas também poderá haver uma expansão do mercado fotovoltaico de forma a atingir todo o território brasileiro.

A partir do primeiro semestre de 2020, a entidade passou a contar com representantes nos estados de Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Ceará. O objetivo da associação é englobar todos os estados do país.

Conquistando o terceiro lugar no ranking estadual de maiores produtores de energia solar no setor de geração distribuída, o Rio de Janeiro é considerado pela ABSOLAR um polo significativo no desenvolvimento da tecnologia fotovoltaica.

Atualmente, o local tem 164,5 megawatts (MW) de potência instalada em fachadas, propriedades rurais e do poder público, empresas, pequenos sistemas em telhados e em terrenos residenciais. “Somadas, são mais de 18 mil conexões operacionais no estado fluminense, que atraíram investimentos privados da ordem de R$ 854,3 milhões e geraram cerca de 4 mil empregos na região”, relata Camila Nascimento.

Ocupando a décima sexta posição no ranking estadual de produção de energia solar na geração distribuída, o Espírito Santo possui mais de 73,4 MW em potência instalada, contando com aproximadamente 5,3 mil sistemas de geração de pequenas dimensões.

“Vale lembrar que um dos destaques no Espírito Santo é o lançamento recente do Programa GERAR, que prevê triplicar os investimentos em geração distribuída solar fotovoltaica no estado e ampliar incentivos para as fontes renováveis”, esclareceu Vitor Romero.

Além disso, ao completar a sua fala, o diretor destacou os objetivos da proposta.


“A iniciativa inclui ampliação das opções de financiamento, simplificação do licenciamento ambiental e incentivos fiscais, em linha com o compromisso assumido pelo estado de redução de emissões de poluentes e de combate às mudanças climáticas”. Fonte: Portal Solar Quer ficar bem informado(a) sobre os informativos da Energia Solar Shop, e interagir com a gente? Cadastre-se grátis e esteja sempre por dentro de todos os nossos conteúdos www.energiasolarshop.com.br/area-de-membros