Buscar

CINESOLAR é o primeiro cinema itinerante do Brasil movido a energia limpa e renovável

O Cinesolar conta com dois carros equipados com placas solares que possibilitam, através de um sistema conversor de energia solar para elétrica, a exibição de filmes e apresentações artísticas. No interior dos veículos há cadeiras para o público, sistema de som, projeção e telão. A primeira unidade do #Cinesolar é equipado com cabine de DJ com sistema de som para acompanhar as atividades. A segunda estação móvel de cinema, denominado Cinesolar Tupã, conta com um estúdio de TV.

Junto com a exibição de filmes, o Cinesolar realiza diversas atividades relacionadas à sustentabilidade e meio ambiente.


O Cinesolar, cinema móvel que usa energia solar para exibir filmes gratuitamente, está novamente em atividade. Unindo cultura, arte e sustentabilidade, o Cinesolar é o primeiro projeto de cinema itinerante movido a energia #solar.

O projeto Cinesolar, que exibe filmes a partir de energia solar, leva filmes nacionais para cidades em que não há cinema em todo o Brasil.


Desde 2013, o Cinesolar realizou cerca de 670 sessões com a exibição de mais de 50 longas e 100 curtas-metragens com a temática socioambiental em 260 cidades.


A iniciativa percorreu mais de 70 mil km pelo país e ofereceu cerca de 180 oficinemas, com 5,5 mil participantes, aproximadamente. Nesse período, foram economizados mais de 1.777,6 kW de energia elétrica, o que equivale a cerca de 5,1 mil horas de uma geladeira ligada sem interrupções.


Cinesolar em GO


A idealizadora do projeto, Cynthia Alario, explicou que a equipe procura levar o cinema de forma sustentável para quem não tem acesso à arte, divulgar a produção nacional e mostrar as vantagens de energias renováveis, como a solar. Segundo ela, a ideia foi inspirada em um programa holandês que funcionava de forma similar.


Cynthia Alario - Cinesolar


Eu já trabalhava com cinema e queria uma forma de divulgar o trabalho nacional, que é muito pouco visto, então fui participar de um encontro de cinema itinerante latino americano para discutir essa questão e buscar novas ideias.


Um grupo da Holanda foi convidado e eles tinham um cinema solar. Eu achei a cara do Brasil e comecei a pensar no projeto, mas não dava para ter só um cinema que funcionava com energia solar, era preciso uma estação móvel de arte, sustentabilidade e cinema”.


Cynthia explicou que o Cinesolar viaja pelo país em uma van equipada com uma placa fotovoltaica, ou seja, que capta energia solar enquanto viaja, e equipamentos que a transformam em energia elétrica para carregar baterias que vão ser usadas nas projeções dos filmes.


Cynthia Alário, coordenadora do projeto Cinesolar falou com a TVB – Band sobre o circuito na baixada santista e também sobre como o projeto funciona.


Criamos uma estrutura as pessoas podem pegar outros bancos e quem quiser levar sua própria cadeira também é muito bem-vindo, fazemos de tudo para atingir o máximo de pessoas possível. A média de público costuma ser de 200 pessoas, mas já fizemos mostra para 700 pessoas.



A programação, segundo Cynthia, começa sempre com a exposição de curtas metragens sobre sustentabilidade.


Temos vários curtas e a nossa escolha varia de acordo com o público que identificamos na hora, depois exibimos um longa. Em Cavalcante e Engenho II exibimos ‘O Palhaço’, do Selton Melo, e em Alto Paraíso uma produção brasileira em parceria com a Índia.



A ideia é mostrar que existem várias coisas acontecendo hoje no mundo que são mais econômicas e sustentáveis. O público fica geralmente muito espantado. Eles também perguntam por que não temos mais dessas formas de energia no Brasil e fica essa dúvida, algo para a gente pensar. Nosso país tem total potencial para isso.


https://www.instagram.com/cinesolar/

https://www.fb.com/cinesolar

http://www.cinesolar.com.br/ cinesolar@brazucah.com.br


Gostou do artigo? Deixe aqui o seu comentário, sugestão ou dúvida. Sua opinião é muito importante para nós!
Equipe Energia Solar Shop


0 comentário