top of page

Boticário atinge 100% de energia renovável em suas fábricas

Todas as fábricas do grupo agora operam com energia renovável, o que significa o suprimento de 3.000 MWh/mês


Imagem: Divulgação


Todas as fábricas do Boticário agora operam com energia renovável, o que significa que a demanda de 3.000 MWh/mês passa a ser suprida somente por fontes limpas.


A informação é da revista Exame, que indica que o processo acontece desde junho último.



O grupo paranaense usa uma matriz diversificada para atender suas unidades de produção, incluindo pequenas centrais hidrelétricas, placas solares, energia eólica e biomassa.


Imagem: Divulgação


A adoção de fontes renováveis para alimentar as fábricas foi acompanhada da decisão de reduzir em 70% o consumo de energia elétrica na produção de vários produtos da sua linha.



O processo de redução também considera o custo das matérias primas, onde a diminuição foi de 10%. Já na transformação de produtos, a redução foi de 15%.


“Sem um planeta saudável, os negócios não prosperam e a sociedade adoece. A crise climática é um problema atual e vem se agravando abruptamente na última década.


Imagem: Divulgação


É uma situação que, apesar de parecer distante para alguns de nós, traz impactos sociais, econômicos e ambientais imediatos”, disse Miguel Krigsner, fundador e presidente do Conselho do Grupo Boticário, em comunicado oficial à imprensa.

Boticário adere movimento para reduzir consumo de água.



Segundo ele, uma das preocupações da companhia sobre o tema foi em relação à quantidade de água usada nas operações.



Com a meta de reduzir em 60% o consumo hídrico até 2025, a marca idealizou o movimento Viva Água, que mobiliza as empresas, os produtores rurais e o poder público da Região Metropolitana de Curitiba (onde se localiza a fábrica de Camaçari) para incentivar o impacto socioambiental positivo, a conservação da natureza e a recuperação de áreas degradadas.


Imagem: Divulgação


“Estamos reduzindo a captação, ampliando o reuso e diminuindo o consumo relativo por unidade produzida.


Na fábrica de São José dos Pinhais (PR), a totalidade da água potável nova vem do sistema público de abastecimento, enquanto nos centros de distribuição e na fábrica de Camaçari ela é originária de um sistema de poços artesianos”, explicou o vice-presidente de operações do Grupo Boticário, Sergio Sampaio.




O Boticário também continua investindo no programa de reciclagem de embalagens. A empresa informa que a iniciativa acontece desde 2006 e emprega atualmente mais de mil cooperados parceiros que recebem a renda dos itens reciclados.


Fonte: alemdaenergia

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page