top of page

Austrália inicia maior projeto de armazenamento do mundo

A Wärtsilä vai entregar primeira fase do projeto, de 250 MW/250 MWh, mas ao final a ideia é chegar a 1 GW com outras etapas.



Imagem: Divulgação


A finlandesa Wärtsilä foi contratada em julho para fornecer o primeiro sistema de armazenamento de energia de bateria (BESS, do inglês Battery Energy System) do maior projeto de armazenagem para formação de rede do mundo, da geradora australiana AGL Energy Limited, que ao término da sua implementação chegará a 1 GW.


A primeira contratação é para um BESS de 250 MW/250 MWh e será instalado na Ilha de Torrens, no sul da Austrália, onde será alimentado por energia de ativos de fontes térmicas fósseis e de renováveis.




Responsável por 20% da capacidade de geração da rede elétrica da Austrália, com mais de 11 GW instalados, a AGL tem acordo com a Wärtsilä também para os demais sistemas a serem instalados no médio e longo prazo.




O BESS na Ilha de Torrens envolve investimento superior a 100 milhões de euros e será entregue pela Wärtsilä na modalidade de EPC (do inglês engineering, procurement and construction).


A expectativa é de o sistema entrar em operação no início de 2023.


Os inversores do projeto serão fornecidos pela alemã SMA Solar Technology AG, que vai entregar 109 estações de energia de média tensão.




O BESS da Wärtsilä vai operar inicialmente no modo de seguimento de rede, antes de mudar posteriormente para o modo de formação de rede (geração síncrona - VSG).


Além de ser o maior projeto do mundo com essa rota, a tecnologia vai permitir tempos de resposta muito rápidos para a operação.


Fonte: Fotovolt


ความคิดเห็น

ได้รับ 0 เต็ม 5 ดาว
ยังไม่มีการให้คะแนน

ให้คะแนน
bottom of page