top of page

Aeronave movida a energia solar da Airbus bate recorde ao passar 26 dias no ar


O Airbus Zephyr S movido a energia solar passou 26 dias seguidos no ar, batendo o recorde anterior, de 2018. – imagem: Airbus/Divulgação


Airbus bate recorde de voo não tripulado mais longo da história; veja quanto tempo aeronave ficou no ar.


Sendo a energia solar uma forma de produção energética limpa e renovável, a mesma tem sido defendida por muitos especialistas ao redor do globo.


Porém, seus limites tem sido questionado por especialistas, com dúvidas sobre a aplicação da energia solar em diversos âmbitos, será que é possível a aplicação da energia solar em uma aeronave, fazendo a mesma voar somente com o uso dela?!


A Airbus provou que isso é possível ao bater um novo recorde de 26A empresa aeroespacial e bélica europeia Airbus, bateu o recorde de voo mais longo de uma aeronave não tripulada, segundo dados de voo da própria empresa.


A aeronave Zephyr da Airbus é totalmente movida a energia solar e passou 26 dias seguidos no ar, batendo assim o recorde anterior do ano de 2018. dias no ar com a aeronave Zephyr.


A aeronave não tripulada voa por distâncias enormes e em grandes altitudes, para evitar o trafego aéreo comercial e o clima antagônico. A mesma contém baterias que a sustentam no ar durante a noite, de tal modo que não precise parar para abastecer com combustível.


Imagem: Divulgação


Os dados de voo mostram que a aeronave da Airbus voou de um campo de teste no Arizona até Belize, uma país localizado na América Central, e logo após fez a viagem de volta.


Airbus fala sobre a aeronave Zephyr com mais detalhes me entrevista exclusiva

Em uma entrevista, a Airbus disse a BBC que não poderia comentar nada sobre o voo.


Segundo um porta-voz de um departamento do Exército dos EUA confirmou que os mais recentes voos têm a finalidade de “testar a capacidade de armazenamento de energia do UAV, a longevidade da bateria, a eficiência do painel de energia solar e as capacidades de manutenção de rota”.


O editor-chefe da revista Aerospace, Tim Robinson disse a BBC que tal distância percorrida pelo modelo Airbus Zephyr é um marco na capacidade da aeronave de viajar em longas distâncias longe de quem o controla.


“Eles ultrapassaram a distância de 2018, que era o recorde anterior”, disse ele. “Penso que é uma demonstração importante de como você poderia usar isso na realidade.” Segundo Tim, o feito abre muitas portas, tanto para aplicações militares como para socorro em desastres.


Conheça a inovação por trás do Airbus Zephyr

A comparação da aeronave movida a energia solar com um satélite foi feita por Tim, tais como fornecer imagens como se fosse um satélite, porem sem a limitação de ter que orbitar a terra, significando a permanecia em uma posição e fornecer informações atualizadas constantemente.


Outra vantagem da aeronave é a comparação em relação ao satélite que não pode voltar à terra após serem lançados. “Você pode atualizar sensores nele, você pode trocar as cargas, você pode atualizá-lo com uma nova tecnologia”, disse Robinson.


O Zephyr foi idealizado pelo inventor Chris Kelleher, que morreu em 2015. Após 3 anos do ocorrido, a Airbus inaugurou as primeiras instalações para produção em série desse modelo de aeronave em sua fábrica em Farnborough, levando assim o nome do inventor Kelleher.


Fonte: clickpetroleoegas