Buscar

A energia solar pode iluminar a África e as empresas globais estão de olho nessa oportunidade

Até 2050, espera-se que a África cresça de 1,1 bilhão de pessoas para 2 bilhões, com uma produção econômica total de US $ 15 trilhões, dinheiro a ser direcionado para infraestrutura e especificamente energia e transporte.

Um trabalhador faz gestos a colegas durante uma inspeção de painéis solares fotovoltaicos na usina solar fotovoltaica de Senergy Santhiou Mekhe em Thies, Senegal, na segunda-feira, 16 de outubro de 2017. A eletricidade produzida no local de 30 megawatts, a maior da África Ocidental até hoje, será ser comprado pela Companhia Nacional de Eletricidade do Senegal (SENELEC) e injetado na rede nacional. Fotógrafo: Xaume Olleros / Bloomberg ©


É simples ironia é que o continente africano gera menos CO2 do que qualquer outro lugar do mundo, mas ainda assim, é o que mais se perde com o aquecimento global.


A notícia brilhante é que ele tem acesso a uma abundância de energia solar.

Para alcançar seu potencial, porém, precisa de novas fontes de financiamento.


De fato, a África pode se tornar um prenúncio das coisas que estão por vir para o mundo em desenvolvimento, saltar diretamente sobre a geração centralizada para o local ou distribuir energia.


O objetivo é levar eletricidade aos 500 milhões de pessoas sem ela, que é o principal alicerce quando se trata de qualidade de vida e progresso econômico. O Grupo Banco Mundial investirá US $ 200 bilhões globalmente até 2025 para ajudar os países em desenvolvimento a adotarem um futuro de baixo carbono.


Embora o mercado ainda seja pequeno, ele tem um grande potencial", diz Takehiro Kawahara, analista líder de energia da Bloomberg New Energy Finance, em um relatório recém-divulgado.


Um imenso déficit de energia e infraestrutura em ruínas fazem da África Subsaariana um terreno fértil para a energia solar.


Em novembro de 2018, a empresa disse que a África construiu 74 megawatts de energia solar no local e que é mais barata do que um sistema centralizado conectado à rede poderia ter fornecido.


O Quênia e Gana fizeram o maior progresso. Concedido, é menos de 1% da capacidade solar total instalada no mundo. Mas a Bloomberg diz que o custo de tais projetos deve continuar caindo, dos atuais 10-14 centavos de dólar por kilowatt-hora para 5 centavos de dólar por kW / h.


A falta de financiamento é a principal razão pela qual esses projetos de energia solar não foram lançados mais rapidamente. O Banco Mundial emprestou bilhões de dólares para dezenas de projetos na África. A iniciativa Estados Unidos Power Africa, que começou em 2013, está fornecendo US $ 7 bilhões. A maior parte disso está se acostumando a construir linhas de transmissão para fornecer energia através de um sistema centralizado.


O maior foco na eletrificação deu resultados: O Banco Mundial diz que o número de pessoas que obtêm acesso à eletricidade está excedendo o crescimento da população, na África Subsaariana.


Ele também diz que mais de 700.000 sistemas solares no local foram instalados. Ao mesmo tempo, os governos africanos estão se esforçando para atingir 1.000 megawatts em toda a energia solar até 2023, o que levaria eletricidade a 56 milhões de novos usuários.


A mudança climática é uma ameaça existencial para os mais pobres e vulneráveis ​​do mundo, disse o presidente do Grupo Banco Mundial , Jim Yong Kim, observando que a energia renovável é central para sua carteira de empréstimos e seus planos de eletrificação.


Reduzindo Riscos


Para ter certeza, a África precisa usar todos os recursos disponíveis para suprir suas necessidades energéticas. E para ser franco, espera-se que o gás natural desempenhe o papel mais importante no norte da África, fornecendo 66.000 megawatts até 2022, de acordo com o African Energy Atlas, o que equivale a 45% do mix total. O Solar terá 9%, enquanto o vento terá 7%. Mas as energias renováveis ​​terão maior destaque na África Subsaariana, com a energia solar chegando a 12%. O gás natural ainda será composto por 26%.


As empresas globais vêem potencial, já tendo investido dezenas de bilhões: General Electric, ABB, Alstom, Siemens e Schneider Electric estão entre os tomadores de risco.


Embora os Estados Unidos estejam demorando a chegar, a União Européia e a China vêm se aglomerando ali. Ainda assim, os EUA têm a iniciativa Power Africa de US $ 7 bilhões estabelecida em 2013 e a Lei Africana de Crescimento e Oportunidade de 2000, que deu aos africanos acesso isento de impostos a milhares de produtos dos EUA.


É um acordo não recíproco, mas abriu o continente ao capital americano e a possibilidade de ligações econômicas mais estreitas.


“Há lacunas na infraestrutura hoje”, diz KY Amoako, fundador e presidente do Centro Africano de Transformação Econômica . Cerca de 30 países (dos 54 na África) têm sérios problemas com transporte e geração de energia. Se conseguirmos resolver isso, adicionamos dois pontos percentuais ao nosso produto interno bruto.


Para tirar dinheiro da linha lateral, o Banco Mundial diz que a cobertura de riscos políticos e as melhorias de crédito devem ser anexadas aos pacotes dos investidores.


Para os países africanos dedicados à reforma, há uma forte predileção de que o investimento estrangeiro abra novas portas. Embora os países precisem proteger seus povos, eles também devem recompensar os tomadores de risco.


À medida que a África continua avançando, os mercados de energia serão abertos.

E no local a energia solar poderia avançar, criando uma riqueza de oportunidades para empresas e investidores, um progresso que se espalharia por todo o continente.


Gostou do artigo? Deixe aqui o seu comentário, sugestão ou dúvida. Sua opinião é muito importante para nós!
Equipe Energia Solar Shop

Participe da Comunidade Solar
 

Inscreva-se em nossa Newslatter
Receba novidades e promoções!

  • Branca ícone do YouTube
  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn

Economize e Preserve o Futuro

Energia Solar ao Alcance de Todos

contato@energiasolarshop.com.br

Edifício: Renaissance Work Center

Rua Paraíba 550, 9º Andar, Belo Horizonte, MG, CEP 30130-140, Brasil

CNPJ: 20.684.738/0001-22 | IE: 3593646.00-02
​Preços e Estoques sujeitos à alteração. As fotos expostas são meramente ilustrativas. 
Compra Segura, entregamos para Todo Brasil. Consulte a disponibilidades através da nossa Central de Atendimento.


Considerada multiespecialista em Energia Solar Fotovoltaica, especializada em produtos solares, equipamentos, iluminação, limpeza solar e soluções solares, a Energia Solar Shop apresenta aos seus Clientes a maior variedade de produtos sustentáveis, são mais de 1.000 mil itens divididos em diversos departamentos. Aqui, você encontra Iluminação Solar, Mochilas Solares, Carregadores, Bombas Solares, Painéis Solares, Kits Solares, Limpeza Solar, Estruturas, Telhas Solares, Ferramentas, Conexões, Exaustores, Decoração, Casa e Jardim, Segurança Solar, Cursos, Notícias, Eventos e muito mais. Participe dos Maiores Grupos de Energia Solar do Brasil. Clique aqui para acessar nossa plataforma.

 

Não tenha dúvidas: a Energia Solar Shop pode ajudar você a economizar e construir uma planeta melhor. Navegue pelas diversas categorias, segmentos, departamentos, diretórios do Shop e conheça mais sobre nossos produtos, além das milhares de Ofertas disponíveis. 

 

Todos os direitos reservados 2020©.