top of page

5 Países que lideram a Energia Solar no Mundo

A energia solar é a energia limpa que mais cresce atualmente. Com a estimativa de esgotamento das reservas de combustíveis fósseis não passando de 100 anos, o uso de energias limpas e renováveis se tornou inevitável.


Imagem: Divulgação


Dessa forma, a energia solar no mundo assume o protagonismo dessa transformação.

Em parte, o protagonismo da energia solar no mundo se deve ao fato de ser a fonte que possui o maior potencial de geração de todas as outras fontes juntas – renováveis ou não.



A título de exemplo, a radiação solar que atinge a terra em um dia seria capaz de alimentar o consumo elétrico global por um ano inteiro.


Além de abundante, diferente dos combustíveis fosseis, a energia solar não gera poluição em seu processo de captura e é inesgotável.


Imagem: Divulgação


Os avanços recentes em tecnologia fotovoltaica têm aumentado sua eficiência e reduzido o tamanho da área necessária para a instalação dos painéis solares.


De forma que a energia solar atende todos requisitos para ser a primeira opção na hora de aderir a energias limpas.



A energia solar no mundo se expandiu mais rapidamente do que qualquer outra fonte de combustível pela primeira vez, em 2016, segundo a Agência Internacional de Energia.


Imagem: Divulgação


Já o Renewable Energy Statistics 2017 mostra que mais da metade dos investimentos públicos em energias renováveis em todo planeta foram feitos em tecnologias fotovoltaicas.


E, em 2019, a energia solar passou a liderar o crescimento da capacidade instalada de energias renováveis no mundo.


Um termômetro para medir a importância global do tema é sua abordagem no Fórum Econômico Mundial (Davos).



Em 2020, a agenda do fórum abordou digitalização de sistemas energéticos, mudança de modelos globais de governança energética e a expectativa de que quase 50% da energia mundial deverá ser gerada a partir de energia eólica e solar até 2050, reforçando a relevância do segmento.


Imagem: Divulgação


Segundo a International Energy Agency (IEA), o uso de energia solar no mundo poderá chegar a 30%, em 2022, em Países com maior capacidade instalada de geração, como a China, Japão, EUA e Alemanha.


Nesse cenário, a China é o País mais capacitado para a geração de energia solar instalada.



Já a Alemanha determinou como meta suprir 100% do consumo energético por meio de fontes renováveis até o ano de 2050.


Em 2020, o Brasil entrou para o grupo de 20 Países líderes em capacidade instalada de energia solar no mundo.


Imagem: Divulgação


Posição alcançada após um forte crescimento da tecnologia, puxado, principalmente, por instalações de menor porte, como sistemas em telhados de residências e edifícios comerciais.


Conforme o presidente do Conselho de Administração da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), Ronaldo Koloszuk, “a energia solar na geração distribuída tem sido, nos últimos anos, uma forte locomotiva de crescimento econômico ao Brasil, com muitos investimentos e empregos gerados, além da grande contribuição para tornar a sociedade cada vez mais sustentável e competitiva”.


Conheça os 5 Países que lideram a Energia Solar no Mundo



Mudanças climáticas, independência energética, políticas públicas e queda no preço dos módulos fotovoltaicos impulsionaram o crescimento exponencial da energia solar no mundo. Vamos conhecer agora os 5 gigantes da energia solar no mundo:


№1 – China


A China ocupa o primeiro lugar na geração e consumo da energia solar no mundo. O País tem o compromisso de utilizar 35% de combustíveis não fósseis em sua matriz elétrica, a fim de minimizar os impactos de atividades industriais, comerciais e domésticas na natureza.


Imagem: Divulgação


Devido a incentivos governamentais, o custo da energia solar é menor no País, se comparado com as outas nações.


O País conta com mais de 400 empresas do tipo em operação. E a expectativa é de que até 2030, a capacidade fotovoltaica do País chegue a 10% da energia primária produzida.



A China é a maior fabricante de painéis solares do mundo, bem como é responsável por consumir mais de 50% da produção de placas solares de todo planeta. Lá se encontra também a maior usina solar já construída.


№2 – Japão


Segundo lugar no ranking da energia solar mundial, o Japão possui 14,1% da produção mundial.


O acidente na Usina Nuclear de Fukushima estimulou a ampliação do uso de energias limpas no País.


Imagem: Divulgação


O apoio do governo japonês para a implementação destes sistemas é cerca de três vezes maior do que o oferecido pela Alemanha ou pela China.


Para substituir as centrais de energia nuclear, o Japão está investindo no projeto denominado “Cinturão solar do Leste de Japão”, em que a previsão é de construir 10 novas plantas solares.



O País é considerado um dos principais fabricantes de painéis e células fotovoltaicas, bem como um grande instalador de sistemas fotovoltaicos residenciais conectados à rede.


№3 – EUA


Logo após o Japão, os Estados Unidos são responsáveis por 13,3% da geração de energia solar mundial.


A capacidade de energia solar do País, a partir de fontes de energia renováveis, ultrapassou as do gás natural e representou a metade de todas as novas adições de capacidade.



Os Estados Unidos já possuem um mercado consolidado em geração distribuída. Para os consumidores, novos produtos financeiros estão popularizando-se em formatos de financiamento, possibilitando aos clientes economia imediata através da energia solar.


№4 – Alemanha


Mesmo sendo um país com baixa insolação, a Alemanha é responsável por 13,6% da produção global. O governo alemão oferece tarifas subsidiadas para energia limpa.


Imagem: Divulgação


O País regulamentou o setor para que pequenas empresas e cooperativas familiares que queiram vender energia elétrica tenham acesso à rede pública e determinou que as alternativas energéticas de fontes renováveis têm preferência no uso da rede.



Hoje a Alemanha está consolidada como a maior referência em fomento à geração de energia solar fotovoltaica mundial.


№5 – Índia


Desde 2015, a Índia coloca em prática seus planos de utilizar a energia solar para substituir sua principal fonte energética atual, o carvão.


Desde então, o país figura entre os que mais investem em energia renovável. Para tanto, o mercado indiano conta com subsídio do governo para compra e instalação de sistemas de energia solar.



A energia solar figura como solução em energia limpa no País a tal ponto de alcançar um custo de produção quase igual ao do carvão.


O governo indiano vem trabalhado em um plano para substituir o carvão, principal fonte de energia da Índia, pela energia solar até 2022.



Conhecendo o panorama da energia solar no mundo reafirma-se a importância e o crescimento exponencial da tecnologia.



Cada dia, a energia solar se consolida como uma das melhores alternativas em energia limpa no mundo.


Fonte: g1


Quer ficar bem informado(a) sobre nossos informativos, e interagir com a gente? Cadastre-se grátis e esteja sempre por dentro de todos os nossos conteúdos www.energiasolarshop.com.br



Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating